MOSTRAS PARALELAS

MOSTRAS PARALELAS

MOSTRA DOS MESTRES
Nesta mostra, os mestres convidados para esta edição do evento mostram suas melhores peças.

Peça de Rute Sato

 


MOSTRA NAS ONDAS DA IMAGINAÇÃO – LITORAL BRASILEIRO
Do Clube Brasileiro de Patchwork e Quilting – São Paulo/BR

Foi navegando nas ondas da imaginação que nós, Clube Brasileiro de Patchwork e Quilting de São Paulo, fizemos os  trabalhos de 2018.

O Brasil, de norte a sul, rico em litorais paradisíacos, tornou-se um desafio escolher um lugar, uma paisagem para eternizarmos em um Quilt.

Nossas praias, os artesanatos nelas vendidos, as lindas mulheres de corpos esculturais, os quiosques, os calçadões, os comes e bebes, a efervescência e o espírito alegre e descontraído do povo, sob esse sol de 40 graus, tudo fica irresistível e a inspiração brota como num passe de mágica, em um turbilhão de ideias difícil de conter. E, então, trabalhamos todos com um único pensamento: como é inspirador o litoral brasileiro! E os nossos Quilts têm que fazer jus a tanta beleza!

Texto de Maria Helena Steed


MOSTRA “CORRESPONDÊNCIA” do grupo de bordados CONTOS E PONTOS.

Alguém já disse que as coisas que nos dão prazer são reflexos do tipo de pessoas que nós somos. Cuidar do jardim, desenhar, bordar, correr, dançar…..

Há quem sonha com grandes objetivos e não sai do lugar. E há o que parte do que está ao seu alcance e já começa a se sentir bem.

Acompanho o Grupo Contos e Pontos há muito, e posso tecer alguns comentários sobre a profusão de ideias que move a turma. Primeiro que descobriram que há várias coisas que as deixam felizes e reforçam os laços umas com as outras, sempre norteadas pelos impulsos naturais, não somente técnicos (que todas possuem, por sinal).

A forma que utilizaram para produzir uma arte lúdica e eficiente, é bem interessante: um sorteio de Amigo Oculto. Cada uma receberá, pelo Correio, o trabalho executado; somente nesse momento, saberá quem foi a sua amiga.

 Num tempo imediatista, fugaz, acelerado, esse processo vai contra a corrente de modo inteligente e criativo. Por vários anos, criaram belos trabalhos, celebrando a amizade, o convívio e a arte. E, por fim, tornam a sentir aquela alegria juvenil de quem espera o carteiro tocar a campainha!

Vida longa ao Grupo!

Wandi Doratiotto / 29/06/2018

Peça de Cris Burger

 


MOSTRA “MI YURTA” de Sivi Goransson

Cuando estoy sola en mi taller frente de este material tan noble: las fibras de lana,  amasando y amasando , idas y vueltas, amasando, muchos pensamientos dan vueltas -sin fin- como la forma circular de una yurta – vivienda genial de los nomades mongoles que fabrican estos fieltros insuperables contra lluvia ,frio y viento desde tiempos infinitos.